Terça, 18 de Janeiro de 2022
27°

Pancada de chuva

Itupiranga - PA

Geral Infraestrutura

Primeiro trecho da construção da PA-275, entre Curionópolis e Parauapebas é finalizado pela Setran

Ainda neste mês de julho, a obra de 30 quilômetros de extensão receberá a devida sinalização. Há 20 anos a rodovia estadual não recebia uma grande revitalização. 03/07/2021 11h05

03/07/2021 às 11h42
Por: Redação Fonte: Agência Pará
Compartilhe:
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

A Secretaria de Estado de Transportes (Setran) concluiu o primeiro trecho da obra de construção e pavimentação da PA-275, entre Curionópolis e Parauapebas, no sudeste do estado. A obra de 30 quilômetros de extensão, ainda este mês receberá a devida sinalização de trânsito.

A previsão de finalização da obra com os demais 30 quilômetros é para outubro deste ano. Os serviços na da PA-275, se iniciaram em setembro do ano passado, com a construção e pavimentação de 60 quilômetros da via, e, ainda, a implantação de acostamento para garantir maior segurança para quem utiliza a estrada, uma das mais importantes para o escoamento da produção mineral e do agronegócio do estado do Pará.

O titular da Setran, Adler Silveira, detalha que tem sido uma diretriz do Governo do Estado agilizar a entrega das obras estruturais para a logística de transportes, pois muitas estradas foram encontradas por essa gestão estadual em condições precárias de trafegabilidade, o caso da PA- 275, que há 20 anos não recebia uma grande revitalização. “(Agora), são obras entregues com qualidade, garantindo segurança e conforto para quem utiliza as rodovias paraenses”, detalhou Adler Silveira.

Com mais de 100 km de extensão, a PA-275 passa por três cidades e duas rodovias de acesso: a BR-155, que dá acesso ao município de Marabá, principal cidade do sudeste do Pará; e a PA-160, dando acesso ao município de Canaã dos Carajás, também no sudeste estadual.

"A falta de acostamento provocava acidentes assim como a buraqueira na pista, agora a PA-275 está uma maravilha de se andar", disse o caminhoneiro, Geraldo Magela, que há mais de 20 anos utiliza a rodovia estadual.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias