Sábado, 16 de Outubro de 2021
34°

Pancada de chuva

Itupiranga - PA

Brasil Manifestação

Atos contra corrupção e por mais vacinas são realizados em cidades brasileiras neste sábado

Manifestantes também pedem auxílio emergencial de R$ 600

03/07/2021 às 12h54
Por: Redação Fonte: Agência Brasil
Compartilhe:
Manifestantes pedem impeachment de Bolsonaro em Belém — Foto: Reginaldo Gonçalves/TV Liberal
Manifestantes pedem impeachment de Bolsonaro em Belém — Foto: Reginaldo Gonçalves/TV Liberal

Entidades estudantis, movimentos sociais e centrais sindicais realizam neste sábado (3), em várias cidades do país, manifestações contra a corrupção e em defesa de uma educação de qualidade e contra os cortes no orçamento federal para o setor em 2021. Os manifestantes também reivindicam auxílio emergencial de R$ 600, mais vacinas e criticam a atuação do governo federal na pandemia de covid-19.

Rio de Janeiro

O centro do Rio reuniu manifestantes, na manhã de hoje. Com faixas e cartazes, eles reivindicam entre outras ações, mais rapidez no processo de vacinação contra a covid-19. Os manifestantes se concentraram no Monumento à Zumbi, próximo ao Sambódromo, na Avenida Presidente Vargas, de onde saíram em passeata até a Cinelândia.

Recife

No Recife, a manifestação começou no centro da cidade. O ato, promovido por entidades ligadas a movimentos sociais e estudantis, sindicatos e partidos políticos, pedia mais vacinas e testes para detecção da covid-19. Os manifestantes se concentraram, por volta das 9h, na Praça do Derby. De lá, saíram em caminhada até a Avenida Conde da Boa Vista.

Brasília

Na capital federal, o ato está marcado para as 16h, em frente ao Museu Nacional. Por causa da pandemia de covid-19, os organizadores recomendam levar álcool em gel, usar máscara PFF2 e manter distanciamento.

São Paulo

Na capital paulista, a manifestação está marcada para começar, às 15h, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista.

Belém

Um grupo de manifestantes protestou na manhã deste sábado (3), contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em Belém.

De acordo com a organização, a motivação da manifestação foi devido as recentes oitivas da Comissão Parlamentar de Inquérito instaurada no Senado Federal para avaliar possíveis irregularidades na gestão da pandemia da Covid-19 e as acusações de crime de prevaricação no caso da compra da vacina indiana Covaxin, superfaturadas, pelo Governo Federal.

Os manifestantes iniciaram a concentração às 8h na praça da República. Em seguida partiram em caminhada pela avenida Assis de Vasconcelos até a avenida Boulevard Castilho França, onde passaram pelo Mercado de Ver-o-Peso, terminando a passeata na praça do Relógio.

A organização e a Polícia Militar não divulgaram a estimativa de público.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias